Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

21 DE MAIO – DIA DO LETRÓLOGO (PROFISSIONAL DE LETRAS)

Publicado: Quarta, 20 de Maio de 2020, 19h55 | Acessos: 582

Em 21 de maio, comemora-se o dia do profissional de letras. O dia do professor, porém, é em 15 de outubro. Então, para que uma data especial para esse profissional quando já existe o dia do professor? A resposta é simples: a docência é apenas uma das inúmeras atividades laborais em que o letrólogo pode atuar.

Em primeiro lugar, é importante diferenciar os tipos de graduação. Há licenciatura em Letras e bacharelado em Letras. Os graduandos em licenciatura têm em sua grade curricular disciplinas voltadas à educação, como didática e metodologias de ensino, enquanto que os bacharelandos têm aprofundamento nas disciplinas teóricas da língua. Ressalte-se, também, que ambas as modalidades do curso podem ser cursadas na língua materna e/ou em línguas estrangeiras.

Além da docência, restrita aos licenciados, estes, bem como os bacharéis, têm diversas possibilidades de carreira:

• Editoração: em uma editora, o profissional de letras coordena desde a criação do projeto gráfico, o layout da publicação, até a revisão final do texto a ser publicado, que pode ser desde um simples panfleto até um livro best seller.

• Tradução: este ramo é voltado para o graduado em língua estrangeira e consiste em, não apenas em traduzir o material para a língua materna, como também em adaptá-lo aos maneirismos nacionais.
• Interpretação: ramo também voltado às línguas estrangeiras. O intérprete diferencia-se do tradutor na medida em que este recebe o material a ser traduzido e tem um prazo para entregá-lo, ao contrário do intérprete, que deve desenvolver seu trabalho in loco, tornando possível a compreensão entre pessoas de diferentes idiomas. Um exemplo do trabalho do intérprete são as adaptações ao vivo de transmissões internacionais, como o Oscar.

• Negócios: outro ramo voltado para as línguas estrangeiras é o de secretário executivo. Não se deixe enganar pelo estigma da profissão de secretário, este profissional é a chave para o fechamento dos negócios de uma empresa. É ele quem negocia em ambos os idiomas, conhecendo os contextos dos falantes e escolhendo as palavras adequadas no intermédio da negociação.

• Revisão: o revisor pode trabalhar em home office, em escolas, editoras, emissoras, ou seja, em qualquer contexto em que seja necessária a revisão gramatical e linguística de um texto.

• Redação: consiste na produção textual. É um ramo extremamente rico e amplo, sendo que o profissional pode escrever seu próprio livro, colunas, matérias, enfim, qualquer atividade que envolva a escrita.

O letrólogo tem, portanto, uma ampla gama de possibilidades de trabalho além da sala de aula. Se você gosta de linguagens, mas acredita que não tem vocação para a docência, repense. Sua realização profissional pode estar mais perto do que você imagina.

registrado em:
Fim do conteúdo da página